Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA) União Alternativa Corretora de Câmbio

1. Introdução

Este documento atende à Resolução nº 4.327, de 25 de abril de 2014, que dispõe sobre as diretrizes que devem ser observadas no estabelecimento e na implantação da Política de Responsabilidade Socioambiental pelas instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil. A responsabilidade socioambiental está relacionada à ações que respeitem o meio ambiente e à políticas que possuam como objetivo a sustentabilidade.

2. Objetivo

As instituições financeiras estão expostas a riscos de natureza ambiental e/ou social, através de seus clientes, fornecedores e até mesmo a sociedade como um todo. A carência de gerenciamento desses riscos pode levar a perdas de imagem, a perdas legais e a diminuição de receitas. Sendo assim, a União Alternativa Corretora de Câmbio tem como objetivo cuidar das questões ambientais, consumir e utilizar com cautela as matérias-primas que fazem parte do seu dia a dia

3. Princípios

Os princípios socioambientais da União Alternativa Corretora de Câmbio visam um consumo consciente dos recursos disponíveis, sejam eles materiais de escritório, água, luz e algum outro produto que faça parte da rotina administrativa da Corretora, colaborando assim para a preservação ambiental e oferecendo condições saudáveis para seus funcionários, clientes e colaboradores.

4. Diretrizes

A União Alternativa Corretora de Câmbio possuí um risco ambiental de impacto baixo, conforme seu porte e atividade, sendo assim suas diretrizes são baseadas na educação ambiental e consumo consciente, visando a diminuição de seus resíduos e também a manutenção preventiva de seus equipamentos, para evitar possíveis trocas desnecessárias e consumo excessivo, como exemplo de água, luz, etc.

– Fazer somente a impressão de documentos que forem realmente importantes e utilizar sempre os dois lados das folhas; – É feita a separação do lixo, tendo uma lixeira para o seco e outra para o orgânico, e os sacos são de cores diferentes para poder ser identificado quando recolhido; – Desligar os computadores e outros equipamentos nos intervalos de almoço e ao término do expediente; – As luzes dos banheiros são equipadas com sensores de movimento, não permanecendo acesas sem necessidade; – Consumir racionalmente a água, utilizando do diálogo com os servidores e clientes, também alertar com adesivos indicativos nos locais onde a água é mais utilizada, como banheiros e cozinha; ainda fazer manutenção em equipamentos que possuem algum tipo de vazamento; – Sempre que possível reutilizar e reciclar materiais; – Executar qualquer tipo de tarefa sempre visando a proteção ao meio ambiente; – Manter as cortinas das janelas abertas para uma melhor iluminação, assim podendo utilizar uma quantidade menor de luzes acesas; – Ao ligar o ar-condicionado, fechar portas e janelas para não haver troca de ar quente com ar frio e sobrecarregar a máquina, evitando o consumo excessivo de luz; – Procurar saber se os fornecedores que possuem contato com a União Alternativa Corretora de Câmbio também utilizam de práticas socioambientais, caso negativo, orientá-los e estimulá-los para aderirem a esta prática.

5. Responsabilidades pela Política Socioambiental

A Direção da União Alternativa Corretora de Câmbio é responsável pela manutenção, revisão e alterações da Política Socioambiental, podendo assim fazer, para o aprimoramento dos princípios e diretrizes adotados pela empresa.